Iniciando na pintura – Parte 1: Introdução e Materiais

Pintando Miniaturas
Um High Elf Sword Master of Hoeth da caixa básica Island of Blood, e os materiais que foram utilizados para pintar e dar acabamento a miniatura.

Pintura é uma das partes do hobby de miniaturas que mais espanta as pessoas que estão começando, e isso tem um por que: não é uma atividade muito comum a muitas pessoas. A maioria pensa que é necessário se ter um background artístico ou ter um dom para realizar pinturas, devo lhe dizer leitor honestamente que isso não passa de um mero mito. Todos os pintores mais populares e aclamados de miniaturas começaram de algum lugar, e provavelmente começaram da mesma forma que você ou até mesmo pior. Eu resumo a pintura em alguns atributos básicos:

Coragem: é necessário ter coragem pra botar a cara, e isso pode ser adquirido de forma muito fácil utilizando outros artifícios para a pintura em si que irei vos contar ao decorrer deste artigo.

Paciência: isso é necessário, pois você irá errar. Não pense que você ou até mesmo os pintores Golden Daemon são imunes ao erro, eles erram também, a diferença é que eles sabem reparar o erro.

Senso Autocrítico: Tenha noção que sua obra está boa ou está ruim e mais importante, estude e pratique mais para melhorar, fazer a mesma coisa N vezes sem observar uma perspectiva nova é uma perda de tempo. Albert Einstein definiu a insanidade como o ato de realizar uma ação diversas vezes da mesma forma esperando resultados diferentes. Resumindo, faça algo diferente para obter resultados diferentes.

Seja Humilde: Você irá receber críticas de seu trabalho, seja humilde o bastante para saber se ele está uma porcaria ou se está bom, mas mesmo assim encare isso como um processo de aprendizado, você não irá começar pintar bem se não pintar ruim primeiro.

Com isso dito, irei contar a vós uma trapaça que podes fazer:

Compre um kit próprio com tintas e com miniaturas. Eles lhe dão um tutorial básico de como pintar e preparar uma mini e vem com tintas próprias para se pintar uma mini(embora faltarão tons e outras tintas, esses kits são o suficiente pra botar a mão na massa).

A Games Workshop faz os mesmos para Warhammer Fantasy Battles, Warhammer 40k e Senhor dos Anéis. A Reaper possui uns muito bons com miniaturas próprias da mesma. Esses kits são relativamente baratos e você irá desfrutar de algumas tentativas e erros.

Foi esse o método para saber se eu realmente gostava ou não de pintar, antes mesmo de embarcar no hobby de cabeça.
Com isso dito vamos aos passos básicos e o que você necessitará para pintar.

O que eu preciso?

Materiais Básicos

Tintas: Obviamente esse é o material mas necessário e indispensável. A quem goste de ter uma paleta de cores básica, outros gostam de ter todas as cores que possam ter para que possam ter uma gama maior de trabalho e diminuir tempo gasto no hobby relativo a misturas de tintas para chegar ao tom ideal.

Uma miniatura: Essa será sua “tela”. É onde você irá dar vida a esse bloco cinza ou metálico, deixando ele com uma aparência mas realista. Jogos com peças monocromáticas são legais, porém é mais legal ainda ter uma miniatura bem pintada na mesa. Algumas pessoas entram no hobby apenas por esse aspecto, e aprendem a pintar por que odeiam ver as anomalias cinzas em suas mesas.

Pincéis: Esses em conjunto com as tintas e miniaturas é um dos itens mais fundamentais para nossa iniciação. É bom ter uma gama grande de pincéis de diversos numerações. Eu por exemplo gosto de ter ao menos: “1” (partes maiores ou até mesmo drybrushes), “0” (zero – para base coating), “00” (para partes específicas menores), “000” (para alcance de detalhes) e um “00000” (para pintar olhos e detalhes minúsculos). Algumas marcas lá fora podem dar nomes diferentes a seus pincéis, mas a regra normal é dar uma numeração aos mesmos.



Papel Toalha: Esse é seu amigo de limpeza dos pincéis, mas não se engane, apenas ele não será o bastante, por isso na Parte 2 de nossos artigos, vamos falar sobre cuidados específicos para pincéis. Porém ao utilizar uma tinta, passe água em seus pincéis e gentilmente utilize uma folha de papel toalha para tirar o excesso. Tente fazer movimentos simples, virando sempre o pincel a cada passada e tentando manter suas cerdas intactas.

Tesoura para fazer clipping das minis no sprue: Essas tesouras para clippings são específicas para nos ajudar a tirar a miniatura de um sprue sem que tenhamos de arrancar uma parte dela no processo. Embora acidentes vire e mexe irão acontecer, por isso não fique muito preocupado, tenha green stuff ou epoxi putty em mãos para concertar os erros que você possa cometer e lembre-se que a cada erro você estará aprendendo mais e mais.

A vocês que nunca tiveram oportunidade apresento os Sprues de Miniaturas.
A vocês que nunca tiveram oportunidade apresento os Sprues de Miniaturas.

Um Bisturi ou Hobby Knife: Para preparar a miniatura em si. É com essa ferramenta que iremos tirar os infâmes mold lines(linhas de molde) e os flashes (partes grandes de metal ou plástico formadas pelo processo de casting da miniatura em um molde de duas partes). Lembre-se que o mesmo deve ser bem afiado para te auxiliar a arrancar esses pedaços indevidos sem ter de ficar “riscando” muito sua miniatura.

ATENÇÃO: utilize essa ferramenta com sabedoria, já que a mesma pode causar ferimentos sérios ao sua mão, olhos e outras partes de seu corpo. Não manipule isso como se fosse uma caneta, ou as consequências podem ser muito sérias.

Cola Bonder forte: Essa cola é a mais genérica, vale para Plástico, Metal e Resina. Tome cuidado na hora de aplicar para não utilizar muito, afinal, retirar a cola depois vai ser muito difícil pra você, e nesse processo você poderia estar pintando muito mais miniaturas.

ATENÇÃO: Super Bonder tem mania de adorar colar seus dedos, utilize a mesma com cuidado, as vezes mais pode significar menos, já que para miniaturas de resina e plástico você não precisará de muita cola. Para miniaturas de metal, se as mesmas contiverem partes pesadas a serem coladas, eu recomendo que você faça Pinning com as mesmas, ou utilize Green Stuff ou Epoxi Putty como auxiliar na hora de colar essas partes pesadas.

Uma superfície para prender a miniatura para poder realizar a pintura(normalmente utiliza-se Multitak Pritt com uma tampa de algum recipiente grande (amaciante, um pote de Mentos grande ou até mesmo uma rolha).

Multitak Pritt
Multitak Pritt

Luz (isso é um dos fatores mais importantes na pintura)
Um lugar para fazer uma paleta(aqui no Brasil infelizmente temos um clima muito tropical para seguir de peito os tutoriais americanos ou europeus que é utilizado CDs ou qualquer superfície plástica para utilizar como paleta de cores. Aqui temos de apelar para uma coisa chamada Wet Palette, você pode fazer uma se quiser ou comprar uma pronta).

Sim você pode pensar, é muita coisa, e é mesmo, mas pense bem, muitos desses itens não são descartáveis e você reutilizará os mesmos N vezes e desgastará trazendo a níveis de entropia extremos até que seja necessário adquirir novos, então pense em comprar coisas de qualidade e duráveis para seu hobby. Um erro muito comum é se espantar com a quantidade e acreditar que um pintor de miniaturas tem de possuir tudo isso de uma vez só. Você pode ir adquirindo tudo isso com o tempo.

Dica para trapaça: Army Painter… não, não somos patrocinados por eles, porém Army Painter tem as tintas e os pincéis de melhor custo benefício do mercado. O Mega Paint Set vem com 32 Warpaints, 3 Inks, 1 verniz e 6 pincéis. Tudo isso por 99 dólares.

A outra dica é que você não vai precisar de muitas tintas assim dependendo do Army que você irá pintar, mas é sempre bom ter tintas a mais pois casovocê queira pintar algo diferente você tem as tintas em pronta entrega.

Você pode querer pintar com tintas Brasileiras, é a segunda opção, elas são um pouco difíceis de se trabalhar logo de inicio, mas tem diversos pintores bons no fórum do Warhammer Brasil que utilizam apenas cores nacionais e mandam muito bem. Infelizmente não existe uma substituição para tintas metálicas (as Brasileiras são bem ruins) ou washes (é possível se fazer washes através de tintas, mas isso seria algo mais avançado).

Quanto mais melhor (Materiais que podem fazer a diferença)

Primer em Spray [Pense em pintar uma miniatura fazendo o primer no pincel e você vai fazer com tranquilidade. Pense em fazer 30 miniaturas dessa forma e possivelmente você acreditará que você está se auto-escravizando para realizar um serviço e deverás acredito que uma lágrima ao menos escorrerá de vossos olhos).

A melhor opção para terras brazucas é os sprays da Colorgin para uso geral. Eu já tive a oportunidade de testar o Branco e Preto, ouvi dizer que eles estão fazendo um cinza agora que ainda não tive oportunidade, mas os outros dois recomendo bastante. Lembre-se apenas que para aplicar é melhor você balançar bastante a lata de spray e aplicar ao menos uns 25 cm de distância da miniatura. Não se importe com a quantidade de vezes que você terá de aplicar, é melhor aplicar a essa distância e cobrir a miniatura pouco a pouco, do que aplicar muito perto e ficar com blobs de tinta na mesma.

Spray Decor - Colorgin

Washes: Esse é um complemento para as tintas. O Wash pode lhe dar uma gama maior na hora de aplicar certas técnicas. Não é algo necessário, mas para o inicio da pintura em Miniature Wargaming acredito que seja um item indispensável, já que auxilia muito na hora de realizar sombras nas miniaturas. Normalmente eu recomendo que as pessoas comprem um Sepia e um Wash Escuro(preto). Esses dois já vão lhe ajudar muito na hora de fazer sombreamentos em peças douradas e metálicas/prata. A preferência da maioria da comunidade é para washes da Games Workshop, porém a Vallejo e a linha P3 tem washes que podem lhe dar resultados satisfatórios, o problema ai acaba sendo preferência de um produto específico. Infelizmente desconhecemos washes brasileiros, embora possamos fazer nossos próprios Washes com os produtos corretos.

Lixas para Miniatura: São boas para tirar umas partes grossas das minis. Diria que para minis de metal é um item relativamente indispensável, para as minis de plástico, ajuda bastante em certas horas ou partes.

Uma superfície para preparar a miniatura (normalmente é comum utilizar uma base de corte para esse serviço), você pode encontrar em websites ou em lojas de utensílios para escritório. É chamado de Base para Corte, ou Base de Corte, é uma superfície emborrachada auto curável, o que quer dizer que se você não ficar cortando muitas vezes no mesmo lugar, ele vai se “regenerar” para que você possa cortar mais.

Ímãs de Neodímio (caso você queira realizar customizações em suas minis que envolvam braços, ou partes removíveis, os ímãs são seus melhores amigos(e inimigos)). Esse não é um item indispensável, ele é bem opcional e diria mais, é um item avançado na preparação de miniaturas.

Broca de mão(Também conhecido como Mandril Manual): Serve para furar suas minis. Uma arma que não possui um buraco próprio ou até mesmo para inserção de ímãs nas mesmas, essa é sua melhor amiga.

Cola Branca: Aquela cola que vc utilizava na escola sabe? não, não é aquela que você passava nas provas ;), é aquela que você usava para fazer colagens em papel. As marcas são diversas. A cola branca serve para trabalharmos nas bases das miniaturas.

Material Para Bases: Bem esse material pode variar. Você pode utilizar desde areia comum(limpa), até Flock de ferromodelismo, pequenas pedras que encontrar na rua, cascalho fino, serragem, cortiça e etc. Lojas lá foram vendem vários materiais para base específicos, como grama estática (static grass) de várias cores e tipos, materiais que simulam bem Neve e outros tipos de terrenos. Você pode optar também pelas bases customizadas, lhe dando assim muito menos trabalho na hora de trabalhar na miniatura.

bases customizadas

Dica de trapaça: Pinho Sol remove a tinta das miniaturas e não é abrasivo a plástico ou resina. É um ótimo agente e utilizamos quando compramos minis usadas. Saber disso lhe dará mais conforto em errar, porém sabia que alguns primers realizam uma reação química com a miniatura fazendo que com o mesmo seja quase impossível de ser removido sem alguma substancia mais forte ou abrasiva.

Conclusão

Bem amigos, ficamos por aqui, esse é a primeira parte do nosso artigo, tentarei postar o segundo na próxima semana para que todos possam aproveitar melhor essa série. Deixo abaixo uma imagem de algumas miniaturas que trabalhei a algum tempo. Lembrando que não faz tanto tempo assim que eu pinto miniaturas, ou seja, você pode fazer muito melhor que eu com prática, paciência, coragem, humildade e atitude :), a sim esqueci de um dos fatores, você vai precisar de um pouco de tempo também pois nosso hobby necessita do mesmo, ai que entra a parte principal da Paciência.

miniaturas pintadas

Próximos Tópicos

Parte 2 – Cuidados com Pincéis e Preparos com Miniaturas

Parte 3 – Botando a Mão na Massa

26 comentários em “Iniciando na pintura – Parte 1: Introdução e Materiais

    1. Obrigado DemonEclipse. Já estamos preparando a segunda parte, infelizmente devido alguns contratempos ela está demorando um pouquinho a sair, mas espero publicar ela em breve.
      Muito obrigado por seu comentário.
      Atenciosamente – Phobos.

  1. vou acompanharde perto. como Demon Eclipse. mesmo falou meti a cara e desenvolvi tecnicas proprias. mas sendo um critico de minhas minis eu ainda acho q podem ficar melhor, principalmente em primar as minis antes de pintar (nao uso spray pinto direto sobre elas). Entao aguardo novos posts.

  2. Muito bacanas as dicas. É verdade que a Acrilex Nature Colors é um boa opção quanto às nacionais?

    Um grande abraço e no aguardo dos demais artigos!

    1. Olá Patesi tudo bem? olha eu vou ser sincero, nunca pintei com essas tintas, mas em uma conversa com amigos que pintaram com as mesmas eis alguns dos pontos:
      – A tinta é grossa e complicada de trabalhar(tem de saber diluir em um ponto correto pra trabalho).
      – Os tons metálicos são uma porcaria.
      – Não é uma tinta amigável ao iniciante.
      – Nacional não existem Washs, então você precisa ou fazer os seus ou pintar as sombras na mão(o que é muito mais difícil).

      Existem lojas aqui no Brasil que vendem tubos de Vallejo( horiginal.com.br ), eu concordo que realmente aqui eles são caros. As cores que vc vai necessitar vai variar do exército que vc vai pintar, o maior custo benefício com tintas e material é o kit do Army Painter, mas se vc não quer começar com muitas tintas e não sabe se vai gostar de pintar, recomendo que comece com um kit inicial da Reaper(que vem com as tintas da Reaper que são admiradas por muitos) ou da Mantic(que vem com Army Painter).
      Exemplo: http://www.miniaturemarket.com/kings-of-war-mantic-paint-set.html
      Exemplo: http://www.miniaturemarket.com/catalogsearch/result/?q=Reaper+learn+to+paint

      Os kits da Reaper tem até mesmo exemplos de técnicas de pintura o que considero muito bom.

      Sobre vc pintar ou não com tintas nacionais, eu só peço que tenha cuidado, afinal você estará investindo um dinheiro considerável no hobby para estragar a miniatura, cuidado para não passar uma tinta grossa demais e que oculte detalhes das miniaturas :).

      1. Excepcional seu esclarecimento. Realmente, acredito, pelo depoimento de quem sabe (seu e dos seus amigos), que talvez seja melhor eu começar com um conjunto de tintas importadas, mesmo. As da Reaper me parecem um meio termo entre qualidade e valor.

        Acredito que suas dicas, além de me ajudarem bastante, ajudarão outros que enveredam pelo hobby.

        Parabéns e muito obrigado!

        Patesi.

      2. Olá Patesi. Eu sinceramente não tive ainda a oportunidade de utilizar Reaper, embora morra de vontade . Eu só utilizei até hoje Citadel, Vallejo e P3. A tinta que mais recomendo para os iniciantes é a P3 em si, acredito que ela vem melhor preparada já fora do recipiente pra ser utilizada, sendo uma tinta vibrante mas não grumosa. Ela é bem aquosa para ser sincero, mas funciona muito bem. Existem algumas reclamações como na pintura de tons problemáticos(vermelho ou amarelo por exemplo), mas depois que se aprende a pintar esses tons(utilize um tom mais escuro e vá progressivamente utilizando camadas mais claras) vc fica bem tranquilo com a tinta.
        Tenho uma reclamação com elas… odeio aquele potinho.
        A Vallejo é uma tinta muito rica em pigmentos, ela é bem forte e requer que vc tenha um certo cuidado. Chacoalhar muito o potinho pois o Mixing medium fica as vezes separado visivelmente no pote, ou seja é uma tinta mais espessa e se vc não tomar cuidados pode ficar mais grumosa. O potinho da Vallejo assim como Army Painter é maravilhoso, vc utiliza a quantidade certa de tinta sem ficar disperdiçando atoa.
        Acredito que a Citadel seja um meio termo termo de todas.
        Washes na minha opinião, o melhor é da Citadel. Gosto muito dos metálicos da Citadel, embora minha preferência seja os P3(muita gente odeia esses metálicos mas não tenho problema com eles).
        Se for pedir Reaper, faça seus comentários sobre a tinta após seu uso, por favor.
        Abraço.

        Atenciosamente – Phobos.

  3. Ótima matéria! Gostaria de saber que tipo de primer da Colorgin é aquele que você usa. A aderência dele nas minis e das tintas nele é boa? Tenho usado o Primer Universal cinza da Colorgin e tintas Acrilex, mas não estou gostando muito do sombreamento escuro causado pela cor do primer, além de ele ser muito espesso. :/ Pensei em usar um primer branco (automotivo ou outro) diluído com thinner e aplicado com aerógrafo. O que acha? Obrigado!

    1. Primeiramente obrigado pelos elogios referentes a matéria. Acredito que se a tinta está muito grossa é referente a sua aplicação. Vc deve no mínimo aplicar com a lata de spray a mais ou menos 25 a 30 centímetros da peça, realizando movimentos continuos para esquerda e direita(vá até o final da peça e volte até a outra ponta), não importa muito se a lata está na horizontal ou vertical, desde que seja aplicado com movimentos contínuos. Depois de uma mão espere a tinta secar um pouco, já que se vc relar nela, deixará a marca das suas digitais. Outro fato interessante ao aplicar o primer é que vc não vai conseguir acertar todos os lugares da mini, por isso se ficou faltando alguma parte, utilize o pincel. Lembre que aqui, menos é mais, ou seja, se vc cobrir a miniatura toda já é uma proeza, se faltar alguns locais pequenos e de difícil acesso, utilize o pincel(como dito acima). Lembre-se também de utilizar Primer Fosco, já que o Brilhante pode causar problemas com as próximas tintas a serem colocadas sobre o mesmo.
      Não utilize solventes fortes misturados com tinta, os solventes da tinta em spray são bem leves, por isso podem ser utilizados em plástico, não recomendo tinta automotiva e nem diluir mais a tinta do spray. Se o spray não é de qualidade, não utilize ele.
      Mais um truque(LAVE SUAS MINIATURAS ANTES DE PASSAR O PRIMER). A simples transpiração com as gorduras que vc solta de sua mão, podem dificultar um pouco a aderencia da tinta na miniatura, além disso, todas as miniaturas vem de fábrica com Mold Release Agent(para retirar do molde de duas partes). Resumindo, é necessário lavar a mini para tirar esses resíduos, assim, seu primer vai aderir de forma mais fácil.
      Espero ter lhe ajudado.

      Atenciosamente – Phobos.

  4. Parabéns pelo site! Sou de Campinas também e comecei pintar miniaturas recentemente. Achei essa matéria muito TOP e esclarecedora.

    Sou bem amador, e estava com muitas dificuldades, principalmente em miniaturas. Estava comprando da Wicca Workshop, também de Campinas, mas sentia muita falta de algo mais bem acabado, com mais detalhes. Fiz minha primeira compra na Reaper mas, acredito que fiz besteira. Comprei umas 15 miniaturas de uma vez , acho que serei taxado, não?

    Estou usando as tintas da Acrilex Natural Colors. Minha dúvida nesse caso é: mantenho elas e vou atrás de algumas metálicas importadas? Ou vale a pena pegar cores básicas importadas também?

    Quanto ao site que muito de vocês usaram para exemplos aqui, o minaituremarkey.com,vale a pena comprar nele? Eles entregam certinho?(lógico q eu seu da chance de extravio etc)

    Por fim, teriam alguma dica em relação às técnicas de feathering/ highlights/ wash? Tipo, eu estou bem básico, usando mais o simples “highlight” para sombrear, porém sinto necessidade de tornar a diferença de cores e sombreamento menos discrepante e mais natural.

    Abraços e parabéns pela iniciativa!

    1. Estamos estudando essa possibilidade agora. Afinal estamos conversando com pessoas em campinas para utilização do SESC local próximo a rodoviária como local para jogos. Podemos possívelmente agendar workshops sobre pintura e outras coisas :). Obrigado.

    1. Olá Rodrigão tudo bem? Postamos recentemente a segunda parte que inclui limpeza das miniaturas e a terceira será sobre pintura em si. Eu fico muito feliz que esses artigos tenham despertado em ti a vontade de pintar miniaturas, esse hobby realmente é muito bom. Gostei muito do seu blog tbm e dos seus artigos. Estamos esperando vossa senhoria para participar de nossa comunidade no facebook, onde podemos trocar mais idéias sobre lançamentos de minis, técnicas de pintura e outras coisas em geral 🙂
      https://www.facebook.com/groups/campinasatwar
      Abraços e até breve.
      – Atenciosamente Phobos.

  5. Boa tarde povo!
    Não sei se alguem vai ler mais vamos la.
    Sou novo no wargame estou adquirindo o meu all-in-one de warmachine agora, e estou com algumas duvidas apos ler os 2 guias. Uma das duvidas é o seguinte, tem como eu remover a tinta para q eu possa repintar caso ñ goste do resultado final?
    Outra duvida é o seguinte, pretendo comprar algumas tintar importadas, mas apos ler todos os comentários fiquei mais confuso de qual escolher, ou os da army, citadel ou da P3.
    Outra é sobre as nacionais, ate chegar la ando “praticando” com miniaturas q encontro em 1,99, q no fim acabo usando para RPG e uso acrilex brilhante para pintar elas, nesse caso a melhor opção realmente é a brilhante ou as foscas?

    1. E ai João tudo bem? Nós lemos todos os comentários feitos aqui, as vezes podemos demorar um pouco, mas se vc fizer parte da nossa comunidade de facebook, lá respondemos muito mais rapidamente, mas obrigado primeiramente pelo seu comentário. Então vamos lá as respostas para suas perguntas.
      1 – Uma das duvidas é o seguinte, tem como eu remover a tinta para q eu possa repintar caso ñ goste do resultado final?
      R: Sim, vc pode utilizar de pinho sol para remover as tintas das miniaturas, isso vai depender obviamente do tamanho da mini e das tintas que vc usar. Se estivermos falando de minis de 28mm que são o padrão e tintas acrílicas nas miniaturas, sem problemas nenhum, o pinho sol vai transformar toda tinta acrílica em uma espécie de gosma, é só utilizar uma escova de dentes velha e remover. Lembre-se de utilizar-se de máscara e luvas, pq não é muito bom ficar entrando e inalando pinho sol, além disso faça esse processo em uma área bem arejada, e deixe as minis de molho lá por uns 20 minutos, utilize a escova, deixe mais 20 minutos e repita o processo até vc estar contente com o resultado.
      2 – Outra é sobre as nacionais, ate chegar la ando “praticando” com miniaturas q encontro em 1,99, q no fim acabo usando para RPG e uso acrilex brilhante para pintar elas, nesse caso a melhor opção realmente é a brilhante ou as foscas?
      R: Vamos lá, as minis que vc encontra em 1.99 não tem tantos detalhes ou são tão boas para pintura, vc pode acabar se frustando um pouco. Na pintura o material FAZ realmente a diferença, tanto em questões de miniatura quanto te tinta, primer e etc, então mantenha sempre isso em mente com seus resultados. Claro vc pode utilizar essas alternativas mais baratas, mas a Reaper e outras linhas lá fora tem alguns kits próprios para iniciar a pintura, o Army Painter tinha uma parceria com a Mantic e eles tinham alguns kits legais, eu recomendo pegar tintas lá fora da Army Painter, P3, Citadel, Reaper ou Vallejo, lembrando que Vallejo é fácil achar aqui. O ideal é iniciar com um kit que te dê algumas tintas, assim vc não irá se frustrar com seu inicio na pintura.
      Se vc quiser pegar algumas tintas nacionais, bem escolha sempre as foscas. Brilhantes vc vai utilizar quando quiser dar um efeito brilhante e para isso podemos utilizar o Verniz brilhante para dar aquele acabamento desejado.
      Espero que todas suas perguntas tenham sido respondidas.
      Atenciosamente, Phobos.

      Recomendação para Inicio:
      https://www.reapermini.com/OnlineStore/Learn%20To%20Paint%20Kits/sku-down/08906

      1. Opa ajudaram sim!
        To ciente dos problemas das miniaturas de 1,99, como falei estou usando para praticar as pinceladas, combinações de cores etc.
        So q estou com um problema como comprei o all-in-one e outras coisas esse mes, fiquei sem a grana para as tintas importadas e outras coisas como Wash, queria saber se posso substituir por alguma coisa nacional, vi o pessoal comentando o uso do Betune da Judeia da Acrilex bem diluído, mas como ñ vi nenhum blog ou comentário gostaria de saber se alguém ja testou.
        Fico no aguardo vlw!

  6. Olá! Estou precisando pintar umas miniaturas todas em uma cor só. Não consegui achar um primer nacional. Tem algum bom que vocês indicam?

    1. Olá Bruno, desculpe a demora em responder. Infelizmente cara eu recomendo os da Colorgin, mas nem todos os lugares podemos encontrar eles infelizmente. Logo uma alternativa é conseguir um Airbrush(Aerógrafo) barato juntamente com um compressor barato tbm para realizar apenas o serviço de primagem com uma cor que vc deseja, o trabalho vai ficar muito superior do que usar um primer desses mais bostas. Abraço.

  7. Oi! Adorei essa série, bastante util pra novatos. Só fiquei com dúvida na questão dos primers em spray, você diz pra usar da Colorgin, mas eles tem várias linhas diferentes. Você lembra qual delas é a apropriada pra uso em plástico?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s